Coach de Carreira

Personal branding para professores: por onde começar?

Passamos boa parte da nossa vida na escola. Entre a pré-escola e o cursinho pré-vestibular, nos deparamos com inúmeros professores, profissionais da educação que ensinam e despertam em nós o conhecimento e a curiosidade. Posso perguntar a qualquer um de vocês se tiveram algum professor que, nessa jornada, marcou significativamente e a maioria não demora muito tempo para responder, afinal, quando alguém marca a nossa história é difícil mesmo de esquecer.

Portanto, professor, antes de começarmos a pensar em sua marca pessoal, você deve sempre se questionar: “o que os professores que me marcaram fizeram de diferente?” E a partir daí, fazer uma autoanálise de seu comportamento e atitudes em sala de aula. Falar em personal branding é iniciar um processo que destaca as suas potencialidades, seja sobre a sua personalidade, seja sobre o seu estilo de ensinar.

A carreira de professor é, sem dúvidas, uma das mais admiráveis que existe, contudo, uma das mais visadas também. Afinal, você está sendo visto todos os dias por diversos estudantes, pais de alunos, coordenadores, diretores e um público escolar atento às suas atitudes e ensinamentos. Ou seja, é fundamental, cuidar da sua marca pessoal e desenvolvê-la para que assim, você consiga o destaque que deseja entre todos os públicos com os quais você trabalha. Acompanhe algumas dicas especiais para você sair na frente e tomar as rédeas da sua carreira na docência.

Familiarize-se com as ferramentas digitais

As novas gerações estão mais conectadas do que nunca e possuem as respostas para inúmeras questões e dúvidas a um toque do celular. O professor não deve temer a tecnologia, mas sim, incorporá-la aos seus processos em sala de aula e, especialmente, usar as inúmeras ferramentas disponíveis para se conectar, se organizar ou mesmo se comunicar com os estudantes. Quem possui familiaridade com vídeos, por exemplo, pode facilmente criar um canal no Youtube com dicas da área, vídeos e materiais de apoio para os alunos.

Busque sempre o seu desenvolvimento e capacitação

As mudanças em qualquer área do conhecimento nunca estiveram tão velozes como na atualidade, portanto, se aprimorar sempre é fundamental. Não abra mão de cursos, palestras e encontros com profissionais da área da educação ou semelhantes. Isso vai te ajudar bastante a se desenvolver e fazer trocas positivas para impulsionar a sua carreira docente.

Cuide da aparência e tenha um estilo próprio

           O professor está em constante avaliação, seja pelos estudantes, seja por outros membros da escola. Por isso, cuidar da aparência é mais do que obrigação. Isso não diz respeito a usar roupas caras, extravagantes ou mesmo viver sempre muito bem arrumado. Tem muito mais a ver com higiene pessoal adequada, roupas que respeitem o seu estilo e que, especialmente, não sejam vulgares ou inadequadas para o ambiente de trabalho. Deixe a minissaia, o short de tactel, a camiseta do time e as blusas de lurex para outras ocasiões informais. A impressão que você passa é tudo!

Atenção para a sua linguagem corporal

O corpo fala, sabia? Por isso, sempre mantenha uma postura sóbria, elegante, ereta e aberta para ajudar os seus alunos, sejam eles quais forem. Sempre mantenha contato visual com eles, de cabeça erguida e peito aberto para comunicar-se com maestria e inspiração. Além disso, a postura adequada impõe respeito e segurança para que os seus alunos percebam quem é a autoridade em sala de aula.

Cumpra o combinado com os seus alunos

           Prometeu alguma coisa a algum aluno? Cumpra. Por isso, também, aprenda a dizer não e impor limites quando necessário. Mas, a partir do momento que você se comprometeu a fazer algo, faça, pois assim, você conquista a confiança, o respeito e a admiração dos seus alunos. Vai por mim, não há nada mais valioso do que isso.

Trate com muito respeito os seus colegas de profissão

Por último e não menos importante, cuidar da marca pessoal como professor não se trata apenas de interagir com os estudantes, mas também com seus outros colegas professores. Sempre os trate com respeito, cooperação, cordialidade e se coloque à disposição para ajudar sempre que possível. No livro “Conversas com um jovem professor”, de Leandro Karnal, o autor fala bastante sobre a importância de se respeitar outros professores, afinal, é uma área relativamente pequena na qual todo mundo se conhece. Por isso, tratar com cordialidade, apagar o quadro antes de sair da sala, dentre outras atitudes fazem a diferença no trato entre os companheiros de escola.

 

Cuidar da sua marca própria como profissional da educação te projeta para situações de destaque frente aos demais. Cuide da sua marca pessoal e torne-se referência na sua área de atuação. Depois disso, é só aguardar os convites para palestras, encontros e conferências.

 

Quer saber mais? É só falar comigo! Estou à disposição para te ajudar.

 

Abraços,

Pollyana Guimarães